//
você está lendo...
Professores

Mauro Giuntini Viana

Professor e cineasta. Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Brasília e Mestre em Cinema e Vídeo (MFA) pela School of The Art Institute of Chicago. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UnB. Consultor e assessor de comunicação do WWF – Fundo Mundial para Natureza (1997-98).

Disciplinas ministradas na graduação: Oficina de Argumento e Roteiro, Montagem e Edição, Linguagens da Comunicação I e Direção.

Linha de Pesquisa: Imagem e Som.

Áreas de Pesquisa: cinema e narrativa.

Projeto de pesquisa: Além da linearidade – o uso de elementos não-lineares na renovação da narrativa cinematográfica

Produção recente:

Direção do filme de longa-metragem Simples Mortais (2007) com patrocínio do Programa Petrobras Cultural e lançamento comercial nacional nas salas de cinema previsto para outubro de 2010.

Direção dos filmes de curta-metragem ficionais premiados O Perfumado (2002) e O Jardineiro do Tempo (2001) e do aclamado documental sobre os sem-terra Por Longos Dias (1998). Esse documentário recebeu prêmios em vários festivais no Brasil (Melhor Filme no Festival de Curitiba 99), foi selecionado em mais de 20 festivais internacionais (Clermont-Ferrand, Trieste, Siena, Munique e Berlim) e exibido em televisões do Brasil, Portugal e Austrália.

Prêmios recentes: com o filme Simples Mortais – Melhor Filme de Ficção pelo Júri Popular no 16º Cinesul – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo no Rio de Janeiro, jun/2009; Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante no 12º Cine-PE, Festival Audiovisual do Recife, mai/2008; Câmara Legislativa do Distrito Federal de Melhor Filme de longa-metragem de Brasília no 40º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, nov/2007.

E-mail: prof.giuntini@gmail.com

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4095902155435194

Discussão

2 comentários sobre “Mauro Giuntini Viana

  1. O prof. Mauro deu a parte de Cinema na disciplina Linguagens da Comunicação I, no primeiro semestre. Para quem está interessando em um texto mais “sociológico”, com a história da evolução da narrativa cinematográfica, recomendo fortemente o texto “Narrativa e os Meios”, de sua autoria.

    Publicado por Vanessa Negrini | 30/04/2011, 22:58

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: O Fantasma da Ópera: análise do “vale tudo” no mundo das organizações « Comunicação Organizacional - 05/05/2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Leia mais…

Estatisticas

  • 36.710 acessos
%d blogueiros gostam disto: